Sobre

O Motivo

O Torta de Climão surgiu como ideia em 2012. Sempre gostei muito de quadrinhos e sempre achei que aqui no Brasil não haviam personagens de HQ gays. Sentia falta de quadrinhos que abordassem a realidade LGBT do ponto de vista de alguém pertencente a esse grupo. Queria criar uma história em quadrinhos que falasse disso mas que não fosse apenas “informativo” a didático, mas que também falasse de forma bem desencanada do dia a dia desse grupo, das gírias, das situações específicas que acontecem com LGBTs e também daquelas situações que são comuns a todo tipo de pessoa, como relacionamentos, amizades, etc.

sobre-torta-de-climao

 

Primeiros traços e roteiros

De 2012 a 2014, no meio de muitos trabalhos e pouco tempo livre, eu fui criando os primeiros rascunhos quando sobrava tempo, testando estilos de traço, criando as personalidades dos personagens, as histórias de cada um deles e suas relações. A minha ideia inicial era criar uma graphic novel, uma história grande com começo, meio e fim. Acabei deixando essa ideia para depois e resolvi criar tirinhas com estes mesmos personagens por achar que seria mais fácil de atingir um público, além de perceber com o passar do tempo que muitas situações que eu passava ou que amigos me contavam dariam ótimas tiras. Além disso, passei a observar muito o que as pessoas falavam na rua, notícias na TV e na internet e juntando tudo isso, comecei a criar as tirinhas com temas variados.
O meu foco inicial foi falar principalmente daquilo que eu conhecia o suficiente para abordar de forma mais séria e de forma mais cômica e irônica. Dessa forma, criei personagens que se identificavam como homens gays, de estilos e gostos diferentes. Como o passar do tempo diversifiquei mais os personagens para deixar o Torta mais inclusivo. Foi ótimo do ponto de vista do aprendizado também, pois por exemplo, se queria criar uma personagem transexual, tive que me informar melhor sobre o assunto para ter certeza de que não estaria abordando o tema de forma equivocada.

torta-climao-sobre

Uma comunidade Diversificada

Mesmo sendo uma história em quadrinhos com temática LGBT, o meu principal objetivo é contar a história deste grupo de personagens específico. Eles tem seus próprios passados, preconceitos, opiniões, afetos e motivos diversos em suas vidas. Muito do que eles falam, pensam e fazem é baseado em coisas que eu vi, outras coisas não. Há pessoas gays, lésbicas, transexuais, bissexuais que não se identificarão com nenhum deles necessariamente. Há mesmo muitos LGBTs que nem se sentem pertencentes a uma comunidade e há personagens que são assim no Torta também, assim como os que vivem completamente imersos na cultura LGBT.
Eu tento, através desse quadrinho, mostrar que há uma gama de tipos de pessoas tão vasta no mundo, que é possível se identificar com traços diferentes de personagens variados e também não se identificar com alguns. Nenhum deles será uma representação fiel de uma pessoa. Cada um dos meus personagens tem um pouquinho de mim, por exemplo, mas nenhum deles é baseado em mim. E há ainda partes das personalidades deles com as quais eu não me identifico em nada. Creio que entre as pessoas LGBTs, há de tudo um pouco. Do clichê ao insólito e é possível você ser ambos em diferentes aspectos ou mesmo nenhum deles e não há problema nisso.
Todos os tons que preenchem o espaço entre estes dois extremos podem sentir-se pertencentes a um todo.




No Comments

Leave a Reply